Irmãs Missionárias Servas dos Pobres

Publicado em 10/01/2019
Rumichaca

Para podermos participar na Santa Missa, diariamente, temos que caminhar até à aldeia de Urubamba, cerca de 45 minutos, porque nós vivemos em Rumichaca, que está um pouco afastada da cidade. Só às terças temos a bênção por termos a Santa Missa na pequena Capela da nossa aldeia. Como isto só acontece uma vez por semana, queremos que, também, as pessoas que vivem perto possam participar, connosco, neste sacramento. A Missa é celebrada pelo pároco do lugar e, quase sempre, participam, unicamente, os mais velhinhos, que, todavia, conservam uma fé muito viva. Nestes últimos meses, vários idosos faleceram, e, com a graça de Deus, partiram para a casa do Pai reconciliados com Ele, receberam os últimos sacramentos e os auxílios da nossa fé católica e, seguramente, estão a gozar da presença de Deus. Algumas outras pessoas de idade avançada, que não podem deslocar-se à capela, recebem, nestes casos, a Santa Eucaristia em sua casa, levada por um sacerdote, o que lhes provoca uma grande alegria e consolo. Vê-los tão devotos e fiéis na participação da Santa Missa edifica-nos muito e fortalece a nossa vocação, porque tanto a eles como a nós próprias une-nos e fortalece-nos a celebração deste sacramento. Temos compreendido, ao vivo, as palavras do nosso querido Papa Francisco: “Os idosos possuem a sabedoria que devemos imitar”.